Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SE7E PECADOS

Este blog destina-se a divulgar receitas experimentadas por mim, adoro cozinhar, principalmente doces, receitas da minha avó, da minha mãe que me recordam o cheiro dos tempos de criança. E outras encontradas por esses blogs fora...

08
Dez13

Bolo de courgette

suzi

 

 

Um bolo escandalosamente saudável... e boooommmmm!!!

 

 

Ingredientes:

3 Ovos

150g açúcar

1 iogurte grego de limão

75 g margarina

250g  farinha

1 colher sobremesa fermento

300 g de Courgette

1 laranja raspa

1 limão raspa

 

Preparação na Bimby:

No copo coloca-se a courgette cortada em rodelas e as cascas do limão e da laranja e tritura-se também com uns toques de turbo. Retira-se e reserva-se.

Coloca-se a borboleta nas lâminas da Bimby. Junta-se os ovos e o açúcar e programa-se 3 min/vel 4/temp 37º. Quando terminar o tempo programa-se mais 3 min/vel 4 sem temperatura. Adiciona-se o iogurte, a margarina, a raspa da laranja e limão e a courgette reservadas. Mistura-se 15 seg/vel 3. Por fim junta-se a farinha e o fermento e envolve-se 15 seg/vel 3.

Transfere-se a massa para uma forma previamente untada com margarina e polvilhada com farinha. Leva-se a forno pré-aquecido a 180º até estar cozido.

 

Preparação tradicional:

Rale a courgette, a casca do limão e da laranja.

Com a batedeira bata os ovos com o açúcar até obter uma mistura esbranquiçada. Junte o iogurte, a margarina derretida, a raspa da laranja e do limão e a courgette ralada, bata mais um pouco. Adicione a farinha e o fermento e bata muito bem.

Transfira a massa para uma forma previamente untada com margarina e polvilhada com farinha. Leva-se a forno pré-aquecido a 180º até estar cozido.

 

10
Ago09

Zucchini e Chocolate

suzi

 

Talvez seja uma ousadia tentar fazer esta receita, mas a verdade é que fiquei fascinada com a ideia e não havia nada que me impedisse de tentar!

 

 

Esta receita foi tirada do site da Leonor de Sousa Bastos, que se chama Flagrante Delícia! É um site de delícias tanto visualmente como pela qualidade das receitas. Muitas delas nem sequer me atrevo a tentar, no entanto, com a quantidade de courgettes que pululam cá por casa foi mais uma maneira de as ir gastando. E já estão mais três a crescer na terra!

 

Bom, a receita que fiz foi assim:

 

Ingredientes:

400 g de zucchini (já descascado e sem pevides)
1 ovo
75 g de manteiga
62.5 g de iogurte (utilizei kéfir)
100 g de chocolate negro para culinária partido em pedacinhos
8 g de levedura química
37.5 g de cacau em pó (100% cacau)
187.5 g de açúcar
½ colher de café de açúcar baunilhado
200 g de farinha de trigo

 

Preparação:

Misturar os ovos com o iogurte, a manteiga derretida e já fria e o zucchini triturado numa taça.

 


Misturar a levedura, o cacau, o açúcar, o açúcar baunilhado, a farinha e os pedacinhos de chocolate noutra taça.
Ir juntado os ingredientes secos aos líquidos, misturando suavemente, até que a massa esteja homogénea.
Utilizei um tabuleiro de pirex, onde coloquei papel vegetal untado e polvilhado com farinha. Verter a massa sobre a forma (com pouca altura).
Levar ao forno durante uns 40 minutos em forno pré-aquecido a 170º, ou até que o bolo esteja cozido.

 

 

No final a Leonor coloca um molho de Baileys com natas, azeite infusionado com baunilha e crocantes de Zucchini.

 

NOTA: Para quem está pouco familiarizado com estes termos indico que courgette é o mesmo que zucchini e os brasileiros utilizam o termo abóbrinha.

 

Eu decidi fazer uma outra experiência que andava a pensar há algum tempo que foi maçã caramelizada.

 

Numa frigideira coloque 100g de açúcar, quando estiver caramelo (cor acastanhada) colocar 2 colheres de sopa de licor de ginja caseiro.

Deixar evaporar o alcool e juntar uma maçã previamente descascada e cortada em fatias fininhas.

 

 

Deixe envolver a maçã com o molho e deitar por cima do bolo.

 

Ficou bom demais! Os meus filhos acabaram com este bolo num ápice! A cobertura dá-lhe uma certa graça, mas não é obrigatória pois para quem gosta de chocolate até pode preferir o bolo puro! Eu Adorei e vou repetir, até porque se não o fizer eles vão obrigar-me!