Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SE7E PECADOS

Este blog destina-se a divulgar receitas experimentadas por mim, adoro cozinhar, principalmente doces, receitas da minha avó, da minha mãe que me recordam o cheiro dos tempos de criança. E outras encontradas por esses blogs fora...

15
Dez12

Bolo de Aguardente

suzi

 

Este bolinho é aquele bolo que aconchega numa tarde de chuva...

 

Chove. Há silêncio, porque a mesma chuva

Não faz ruído senão com sossego.

Chove. O céu dorme. Quando a alma é viúva

Do que não sabe, o sentimento é cego.

Chove. Meu ser (quem sou) renego…


Tão calma é a chuva que se solta no ar

(Nem parece de nuvens) que parece

Que não é chuva, mas um sussurrar

Que de si mesmo, ao sussurrar, se esquece.

Chove. Nada apetece…


Não paira vento, não há céu que eu sinta.

Chove longínqua e indistintamente,

Como uma coisa certa que nos minta,

Como um grande desejo que nos mente.

Chove. Nada em mim sente…

 

Fernando Pessoa

 

 

Faz-se assim:

 

Ingredientes:

4 ovos

150g de margarina de girassol

1 cálice de aguardente

250g de açúcar

300g de farinha

1 colher chá de fermento

 

Preparação:
Com a batedeira bata as gemas com o açúcar. Junte a aguardente lentamente e depois a manteiga derretida. Adicione a farinha previamente envolvida com o fermento. Bata as claras em castelo e envolva-as sem bater. Deite a massa numa forma untada e enfarinhada. Cubra com açúcar. 

Leve a forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 40 minutos.

 

 

Receita foi adaptada daqui.

1 comentário

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.