Quinta-feira, 23 de Abril de 2009
23 de Abril de 2009

Hoje apetecia-me um bolo mas nem sabia bem o que fazer, fui às minhas receitas e encontrei esta receita de bolo inglês que faço há muito tempo. É um bolo que costuma ficar sempre bem e faz-se em 5 minutos. É uma receita bastante rápida. A receita é assim:

 

Ingredientes:
4 ovos
250 g de açúcar
100 g de manteiga

2 colheres sopa óleo de girassol
250 g de farinha
200 g de frutos cristalizados
1 cálice de vinho do Porto

 

Bate-se o açúcar com a manteiga derretida, junte o óleo e depois adiciona-se um ovo de cada vez, mexendo sempre. Junta-se o vinho do Porto, os frutos cristalizados e por fim a farinha onde préviamente se misturou com 2 colheres de chá de fermento.

 

 

Coloquei numa forma de silicone enfarinhada. Leva-se a forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 45 minutos.

 

 

Deixa-se arrefecer na forma e, depois de frio, desenformar.

 

 

Só é pena que as formas de silicone façam o bolo ficar barrigudo em vez de crescer para cima. Na próxima vez vou utilizar a forma de bolo inglês de inox anti-aderente. De qualquer modo não me posso queixar do sabor e até da textura, ficou delicioso! 
 

 

Tem mesmo o verdadeiro sabor do Bolo Inglês!

publicado por suzi às 08:46
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 22 de Abril de 2009
22 de Abril de 2009

A minha cozinha tem sido terreno fértil no que respeita a novas experiências. Desta vez foi o Tofú. Tinha várias receitas mas acabei por inventar a minha própria receita. É assim que tem sido feito. O medo que as crianças não gostassem e os adultos, que às vezes nem são mais fáceis...

Comecei por utilizar uma embalagem de 250g de Tofú fresco. Cortei em cubos pequenos e coloquei numa taça. Temperei com molho de soja, azeite, sal, alho, oregãos, ervas de provence, louro, gengibre, noz moscada, sumo de meio limão, mistura de pimentas moídas na altura e e um pouco de molho pesto de mangericão. Deixei no frio durante cerca de 2 horas.

 

 

Depois cozi esparguete até ficar 'al dente'.

 

Entretanto piquei cebola para um tacho e refoguei com um pouco de azeite. Deitei 1 lata de cogumelos laminados e deixei amolecer. Adicionei o Tofú, deitei 2 colheres de sopa de vinho branco e 1 pacote de natas de soja. Deixei cozinhar durante cerca de 7 minutos.

 

 

Foi este o resultado final. De notar que agradou a grandes e pequenos, agradou o suficiente para não ter sido 'despedida' ehehehe... O balanço foi positivo!

 

Andava eu a passear por aqui quando descobri esta informação adicional, achei que era obrigatório colocá-la neste post. Nada mais, nada menos que os benefícios do Tofu e porque é que ando nestas andanças:

 

Repositor hormonal natural
Alimento altamente proteico e nutritivo
Importante fonte de ácidos graxos poliinsaturados e minerais (cálcio, fósforo e ferro)
Alimento light e excelente auxiliar para dietas emagrecedoras
Ajuda a baixar o nível de colesterol
Excelente fonte de vitaminas B, D, E, F, K
Bom para a pele
Auxilia na menopausa
Diminui a tensão pré-menstrual (TPM)
Previne contra osteoporose, arteriosclerose e problemas cardíacos
Contém 8 aminoácidos essenciais
 

E pronto! Missão cumprida!

tags:
6
publicado por suzi às 08:31
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
Terça-feira, 21 de Abril de 2009
21 de Abril de 2009

Sempre gostei de fazer farófias, principalmente porque há certas sobremesas que faço em que acabam por sobrar claras, aproveito-as sempre, ou para farófias ou para molotof ou para qualquer outra receita de claras. Congelo-as e quando me apetece facilmente descongelam e ficam perfeitas!

 

Desta vez saiu farófias mas com algumas alterações. Fiz com ovos moles pobres, com doce de morango e com chocolate... que pecado divino!

 

Vamos começar peças farófias:

 

Bata as claras em castelo (podem ser 4 ou 8, as que tiver) bem firme. Ponha um tacho ao lume com 350ml de leite, 4 colheres de sopa de açúcar, uma casca de limão e um pau de canela.

 

Depois de levantar fervura deixar ficar em lume brando e vai deitando colheradas de claras, depois de cozer um pouco vire-as mais 2 minutos e retire com uma escumadeira para uma travessa. Repita até terminar as claras.

 

 

Agora reservam-se as farófias na travessa e vamos fazer os ovos moles.

 

 

Ingredientes:
5 ovos
250 gr. de açúcar
150 gr. de água

2 colheres sopa rasas de Maisena

 

Preparação:
Leva-se o açúcar ao lume com a água e deixa-se ferver até fazer ponto de espadana (117º C).
Retira-se a mistura do lume, deixa-se arrefecer e adicionamos um pouco desta calda morna aos ovos.

 

 

Misturam-se os dois preparados e leva-se tudo ao lume de novo para cozer e engrossar, até os ovos-moles terem a consistência desejada. De seguida adiciona-se o leite de cozer as farófias, coado e retirando o limão e o pau de canela. Junta-se também um pouco de leite frio onde se diluiu a Maisena. Deixa-se engrossar novamente e deita-se por cima das farófias.

 

 

Leve ao frigorífico durante, pelo menos, duas horas. Depois de frio está pronto a servir. Quem gostar pode pôr canela por cima. Eu coloquei doce de morango feito como se pode ver aqui:

 

 

A mistura de sabores torna as farófias sublimes! Mas não fiquei por aqui... depois servi com chocolate. A receita do chocolate é a seguinte:

 

Ingredientes:

1 chocolate (200g)

1 pacote de natas de soja

 

Preparação:

Derreter o chocolate em banho maria e adicionar as natas. Leve ao lume até engrossar. Ao servir o chocolate deve estar morno. Deitar por cima das farófias.

 

 

E pronto! O único problema é que estas farófias desapareceram todas num instante...

 

5
publicado por suzi às 08:43
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 20 de Abril de 2009
20 de Abril de 2009

Vai ter que ser aperfeiçoado este prato, porque ainda não tenho de tudo em casa. Pela boca morre o peixe e para quem não gostava de favas, aqui estou eu a comer favinhas! Por acaso até não tinham um sabor tão forte como as biológicas, foram compradas e tinham um sabor menos acentuado. Como não tinha chouriço vegan foi feito apenas com soja.

 

A soja, essa ficou temperada de véspera como se pode ver aqui.

 

Fiz primeiro um refogado com:

Azeite

1 cebola

4 dentes de alho

Rama de alho francês

Alecrim

Oregãos

Salsa

Coentros

1 tira de pimento vermelho

 

 

Depois de tudo refogado adicionei a soja, um pouco de concentrado de tomate e vinho branco.

 

 

Misturar tudo muito bem e juntar as favas com um pouco de água até meio das favas. Temperar com sal, pimenta e noz moscada. Deixar cozer bem durante cerca de 30 minutos, o tempo depende da qualidade das favas. Vá confirmando. O resultado foi este:

 

 

Rendi-me a um prato de que não gostava muito, finalmente! Ficou fantástico!

 

tags: ,
7
publicado por suzi às 08:17
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
Sábado, 18 de Abril de 2009
18 de Abril de 2009

 

 

Eu sei que o dia vermelho já passou, mas comprei 2 kg de morangos em promoção e não resisti a fazer este doce, não só para comer com pão ou bolachas mas também para aplicar em sobremesas e, como tenho algumas na manga, aporoveitei!

 

Aqui em casa os morangos são muito apreciados por todos, mas sobraram para fazer este doce magnífico. Fiz com base em várias receitas, mas principalmente na que a minha mãe faz.

 

Ingredientes:

1 kg de morangos

650g açúcar

1/2 limão (sumo)

 

Preparação:

 

Colocar os morangos num tacho, de preferência sem fundo térmico, cortado em rodinhas fininhas e deitar por cima o açúcar e o sumo do limão.

 

 

 

Levar ao lume até levantar fervura. Deixar ferver, mexendo várias vezes, durante cerca de 30 minutos. A meio deve tirar-se do lume e reduzir a puré com a varinha mágica. Se quiser bocadinhos de morango não reduza na totalidade que foi o que fiz.

 

 

Nesta foto vê-se o doce ao lume. A espuma que se forma deve ser retirada com uma escumadeira para não estragar o doce. De qualquer modo podem ir pondo numa tacinha porque depois do doce feito, come-se em cima de um bolinho, ou até mesmo assim, porque é deliciosa, pelo menos para mim que sou muito gulosa!

 

 

Rendeu 3 frascos e meio. Ficou pouco apurado mas isso depende do gosto e da intenção com que se faz, eu como quero o doce para utilizar a curto prazo em sobremesas ficou com a consistência desejada. Pode deixar mais um pouco ao lume tendo o cuidado de não deixar passar o ponto.

 

Está um 'must'!

tags: ,
6
publicado por suzi às 11:34
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
suzise7epecados
Ideias recentes
 
messenger_code_117968768348004_2
Tags
Arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Mais comentados
185 comentários
166 comentários
72 comentários
60 comentários
Comentários recentes
  • olá,Sou grande apreciadora do kefir. Tenho grão pa...
  • O leite condensado não é cozido.Cumprimentos,
  • LEite condensado cozido ou nao?
  • fiquei sabendo que o kefir com canela é bom para d...
  • O meu yogurte de kefir esta muito ácido o q fazer...
  • Posso fazet rm forma sem buraco?
  • Excelente receita. Já fiz: fica linda, mas excessi...
  • Este bolo foi adotado cá em casa por grandes e peq...
  • Acabei de fazer esse bolo, ficou maravilhoso!
  • onde moro existem desses frutos silvestre ás carra...
  • Links
    RSS